quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Carta aos noivos - Republicado (a pedidos)

Ontem, assistindo ao filme Vestida pra casar, entendi algumas coisas relativas ao mundo "casamentício".
Desde que entrei nesse mundo, vejo relatos de casais que começaram a brigar muito durante os preparativos.
Para a grande maioria dos homens é inconcebível provar trinta tipos de doces até chegar a escolha perfeita dos doces que farão parte da festa. Ficar horas vendo flores, até encontrar o tom exato que elas desejam.
Folhear milhões de catálogos e revistas para escolher o modelo do convite ideal...
Por uma única razão. Para o noivo (na grande maioria das vezes) o casamento se resume a uma sequência muito simples de fatos: ele está se casando com a mulher da sua vida e quer comemorar com a família e amigos.
Para elas não é tão simples.
Desde cedo as meninas assistem a desenhos lindos, filmes românticos e ouvem músicas "melosas". E tudo isso acaba levando sempre ao ideal do grande amor, aquela pessoa única com quem elas se casarão e viverão felizes para sempre.
ELas acompanham encantadas todas as histórias de príncipes em cavalos brancos que conquistam os corações das lindas princesas.
A cada marcha nupcial tocada, a cada cena fictícia, a cada casamento real, a cada vez que a porta da igreja se abre, revelando a noiva exuberante por trás dela, o seu coração acelera, ela se coloca no lugar daquela noiva e fica imaginando a emoção que ela está sentindo.
Fica imaginando como será olhar para cada rosto conhecido nos bancos, sorrindo, desejando felicidade aos noivos e sentindo todo aquele amor transbordar.
Ela escolhe cada flor, cada doce, cada detalhe, pensando no dia que ela esperou viver a vida toda, com a pessoa que ela ama ao  lado.
Ela quer que cada detalhe seja perfeito, como ela sempre sonhou.
E sabem pra que tudo isso?
Pra ela finalmente sentir aquela sensação que imaginou por tantas vezes.
E para que, a cada marcha nupcial tocada, a cada cena fictícia, a cada casamento real, a cada vez que a porta da igreja se abre, revelando a noiva por trás dela, o seu coração acelere, e ela relembre cada detalhe daquele dia tão especial que viveu ao seu lado...
E o que eu quero dizer com tudo isso?
Simples...
Tenham paciência, sejam compreensivos, se afastem (mas não muito e não por muito tempo) nos momentos em que a Bridezilla que existe em quase todas dominar.
E, principalmente, participem das escolhas.
Mesmo que não de todas (compreendo que o esforço requerido é muito grande...rs), mas o suficiente para que elas sintam que aquele dia é tão importante pra vcs, quanto é pra elas...
BJs

3 comentários:

Anônimo disse...

querida fiquei mto feliz com a noticia do seu casamento, pois acompanho o blog a um tempinho já!
como vai ser?? vc ta preparando algumas coisinhas? mostra p gt convite, lembrancinha, livro...
Beijoos e boa sorte seja mtoo feliz

Raissa e Mário disse...

adorei o texto!
é a mais pura verdade, casamento para nós é um conto de fadas que tem que sair perfeito!
para eles nada mais é do que casamento...

Cris disse...

Gente, nunca tinha encontrado um texto que relatasse tão fielmente os meus pensamentos!Parece que vc leu tudo que eu sinto!
Tô entrando pro mundo blogueiro casamentício agora e já dei de cara com o seu blog, que é simplesmente mara!